Layout de loja: como uma organização estratégica te fará vender mais

Evidence Ballet
17 de maio de 2016
0 214 views

Quer aumentar as vendas? Repense o layout da sua loja! Esta foi a conclusão de uma pesquisa realizada pela Point of Purchase Advertising Institute. Segundo o instituto, cerca de 71% das decisões de compras são feitas dentro da loja. A pesquisa deixa bem claro que não basta uma boa localização, é preciso ter uma boa exposição e um sortimento de produtos adequados, de modo que os clientes que entram na sua loja se sintam confortáveis e tenham facilidade de visualizar o que ela oferece.

Por muito tempo, o layout de loja foi visto como uma simples ferramenta não muito funcional, mas nos últimos anos está entre os “queridinhos” dos profissionais de marketing. O layout se transformou em uma poderosa e eficiente ferramenta estratégica, no que diz respeito ao aumento da lucratividade e a ambientação da loja.

Por isso, saiba como a gestão visual pode impulsionar sua loja a vender mais e atrair mais clientes. Continue lendo o nosso artigo.

Potencialize as vendas através da exposição

A primeira coisa que as lojas têm que oferecer aos seus clientes é o produto — ou de nada vale o papel de lojista. Por falta de uma visão mais estratégica, muitos comerciantes acabam criando uma certa distância entre o público e os itens à venda. A primeira dica aqui é remover estes obstáculos. Afinal, o objetivo de todo empreendedor é que o cliente saia com as “sacolas cheias”.

É muito comum associar layout com fachadas, vitrine e decoração de um ponto comercial, mas é preciso considerar a loja como um todo. E é este o papel que o marketing de varejo vem desempenhando nos últimos anos. Embora o lojista sempre tenha a necessidade de vender, é preciso tornar o esforço de venda o mais fácil possível. Ou seja, conhecer e entender o cliente tão bem que o produto seja adequado a ele e se venda sozinho.

Conheça algumas estratégias para melhorar o layout da sua loja

1. Invista na vitrine

Embora o que esteja dentro da loja é o que de fato garantirá a rentabilidade esperada, é preciso pensar em como atrair o cliente que passa pelo lado de fora e fazê-lo entrar. Via de regra, a fachada de uma loja é um dos elementos mais importantes da comunicação visual.

Muitos lojistas acabam excedendo quando o assunto é inovar a fachada, mas é preciso que o lado de fora tenha a ver com o segmento do estabelecimento. Na vitrine, por exemplo, procure exibir os produtos de destaque e aqueles que estão sendo mais procurados (aqui vale uma atenção especial as tendências do mercado).

No caso de uma loja de ballet tente expor produtos diferenciados e acessórios que podem acompanhar as peças. Você pode criar um cenário delicado que remeta às principais peças apresentadas no ballet, isso, com certeza, chamará a atenção de bailarinos.

2. Distribua os produtos

Pense que os produtos mais vendidos devem ocupar mais espaço dentro da loja. Facilite a sua vida, caso contrário, o cliente pode desistir ou ficar insatisfeito diante de uma procura onde no final das contas, ele não encontra o que procura. Aqui vale a dica de separar por categorias e subcategorias. Em vez de expor grandes quantidades do mesmo produto, varie as opções e dê a possibilidade de diversificar ao cliente. Um bom exemplo é colocar diferentes modelos e estilos de roupas de ballet como bodies e saias dispostos em conjuntos.

3. Pense como o cliente

Você, como lojista, sabe exatamente onde cada produto está, mas o cliente não. Procure fazer o caminho que o consumidor percorrerá dentro do estabelecimento, analise os setores e produtos mal posicionados. Uma dica aqui é colocar os itens mais procurados no fundo do estabelecimento (não escondê-los), de modo que o cliente ao percorrer o caminho até onde está o item desejado, depare-se com demais produtos e avisos de promoção. Isso vale, principalmente, para itens essenciais como as sapatilhas de ballet.

4. Dê visibilidade aos produtos

Não se esqueça da visibilidade: o cliente não deve ter qualquer dificuldade para visualizar os produtos. Por isso, posicione-os na altura da visão e atente-se para uma boa iluminação. Ambientes claros e agradáveis podem valorizar o espaço e destacar certas mercadorias.

Gostou do nosso artigo? Quer receber todas as nossas novidades diretamente no seu e-mail? Assine nossa newsletter!