269902-sabe-o-que-e-perna-em-x-aprenda-como-lidar-com-o-problema
Dicas,  Todos

Sabe o que é perna em x? Aprenda como lidar com o problema

No balé, existem alguns termos e condições do corpo humano que são detectadas e que podem influenciar na atuação de uma bailarina — é o caso do Geno Valgo, mais conhecido como perna em x. Basicamente, é quando os joelhos se encontram e os pés ficam separados, dificultando alguns movimentos, como a primeira e a quinta posição.

Hoje, você saberá um pouco mais sobre essa condição e o que fazer para aliviar o problema e seguir com as atividades no balé. Continue a leitura e confira!

O que é a perna em x?

Visualmente, é possível detectar a perna em x pelo seu formato. Coxas e joelhos se juntam, enquanto a parte da panturrilha começa a se separar, até que os pés ficam totalmente separados. Essa é uma condição que aparece, normalmente, em mulheres adolescentes e adultas, já que ocorre devido a um maior crescimento da região dos quadris.

O fêmur se afasta naturalmente por conta desse desenvolvimento, deixando as pernas hiperestendidas, causando o formato da perna, que é semelhante a um x.

Quais são os sintomas dessa condição?

  • Dores e incômodo na região patelar (joelhos);
  • dificuldades em manter as posições que precisam das pernas totalmente esticadas;
  • estalos durante alguns movimentos ou ao andar;
  • sentir que os joelhos estão remontados um no outro, ou sobrepostos;
  • pernas em formato de tesoura ou x quando estão juntas.

Quais são os desafios que ela pode causar no balé?

A condição da perna em x pode causar algumas dificuldades na execução de alguns movimentos do balé e até atrapalhar o desenvolvimento de um bailarino. Ao se manter nas posições primeira e quinta, por exemplo, onde os joelhos ficam totalmente esticados, a pessoa pode sentir dor e até dificuldade em esticar totalmente.

A dor e a sensação de sobrecarga nos joelhos também pode influenciar na qualidade dos saltos e na desenvoltura do bailarino durante os movimentos. Ao realizar as piruetas, pode ser difícil manter o eixo correto das pernas, o que atrapalha sua execução perfeita. Nesse caso, é preciso muito treinamento para realizar esse movimento da maneira ideal.

Movimentos simples, como plié e grand plié, podem provocar estalos nos joelhos. No balancé também pode haver dificuldade em dobrar e esticar as pernas.

É importante lembrar que, apesar dos desconfortos, a perna em x é considerada bonita no balé, já que as linhas que se formam ficam mais harmônicas durante os movimentos. Portanto, se você tem esse problema, saiba que ele não o impedirá de evoluir e ser considerada uma boa bailarina.

Como é possível lidar com o problema?

Nos casos de mulheres que não sintam dor ou não tenham problemas com estalos constes nos joelhos durante os exercícios ou movimentos e posições do balé, o risco de lesão é quase nulo. Contudo, é sempre indicado manter os treinos e se consultar com fisioterapeutas e ortopedistas para acompanhar o caso.

No entanto, se esse problema causa dores e desconfortos, é imprescindível procurar um profissional e realizar o tratamento adequado, que normalmente é composto por fortalecimento muscular. Em alguns casos, também são receitadas palmilhas que ajudam na correção do equilíbrio postural. O importante é agregar o tratamento à rotina.

A condição da perna em x não tem uma cura completa, mas é possível conviver com ela e ser uma boa bailarina ao mesmo tempo. Dedicação, técnica e o tratamento adequado podem ajudar você a vencer as dificuldades e ter sucesso na sua carreira.

Quer saber mais dicas e conhecer melhor o mundo do balé? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe nossas postagens! Estamos no Facebook e no Youtube!

banner coleção dix evidence balletPowered by Rock Convert