Pirouette Misty - Evidence Ballet
Dicas,  Todos

Sapatilha de ponta para peles negras: veja mais sobre esse produto!

Durante muitos anos, bailarinas negras precisaram recorrer a métodos trabalhosos e custosos para conseguir sapatilhas de pontas apropriadas para o seu tom de pele. Essas sapatilhas, que eram apenas comercializadas nas cores salmão e rosa, precisavam ser pintadas com tinta ou maquiagem, ficando, muitas vezes, manchadas e opacas.

Hoje, finalmente, todo esse trabalho não é mais necessário. Já é possível encontrar, no mercado, modelos de sapatilha de ponta para peles negras, que garantem a qualidade e durabilidade da cor sem interferir no acabamento. Quer saber tudo sobre esse tipo de produto e quando é o momento de subir na ponta? Continue lendo este post.

Diferenciais da sapatilha para pele negra

O processo de pintar a sapatilha rosa com base para conseguir aproximar-se ao tom de pele já é um conhecido das bailarinas e bailarinos negros. Esse método, além de trabalhoso, era demorado, levando cerca de 45 minutos e gerando um resultado não tão satisfatório.

O grande diferencial da ponta para pele negra fica na qualidade e no acabamento dos materiais, que são tingidos diretamente no curtume, mantendo sempre a coloração uniforme e bonita. Os elásticos e as fitas que acompanham o produto também vêm na cor ideal e não precisam de nenhum processo de tingimento.

Material e conforto

É muito importante contar com sapatilhas de boa qualidade e durabilidade e, principalmente, que sejam desenvolvidas pensando no conforto do bailarino. As palmilhas devem ser almofadadas e resistentes para impedir que se quebrem durante a dança. Contudo, é importante comprar a sapatilha certa para cada momento do dançarino. Iniciantes devem escolher palmilhas com resistência mais baixa, enquanto bailarinos experientes e com muita força nos pés precisam de palmilhas mais duras.

Durante muito tempo, foi necessário colar um pedaço de courinho no bico da sapatilha de cetim para garantir uma melhor durabilidade na peça. Com a sapatilha para pele negra, isso não é mais necessário, pois ela é inteiramente confeccionada em couro, sendo muito mais durável, não rasgando com facilidade e mantendo a leveza e o peso de uma sapatilha de cetim. Alguns cuidados, contudo, são necessário, como a utilização de sprays, graxas ou pomadas próprias para esse material que evitam o ressecamento e as rachaduras.

Outros cuidados também são necessários com a ponta, visto que elas não podem ser lavadas. Deixe-as sempre em local arejado e longe de umidade, use talco e evite utilizá-las sem meia-calça.

Momento certo de subir na ponta

Subir na ponta é o sonho de todos os estudantes de ballet, mas é preciso ser paciente e não pular etapas. Seu professor precisa observar o seu desempenho nas aulas e se seu corpo está preparado para iniciar o processo. É preciso, por exemplo, que o bailarino já tenha força e flexibilidade nos pés e tornozelos, além de total controle do tronco e da musculatura abdominal.

Na hora de comprar a sua sapatilha, você também precisará da ajuda do seu professor, especialmente se for a primeira ponta. Cada pessoa é única, e, muitas vezes, a sapatilha da sua amiga não é a mais indicada para a sua força ou o seu colo de pé. Peça ajuda do seu mestre para entender a sua necessidade e pesquise o produto na internet. Assim, você pode verificar todas as cores e todos os modelos disponíveis.

Agora você já conhece a sapatilha de ponta para peles negras e sabe que pode encontrar o produto perfeito para você sem precisar recorrer a métodos alternativos. Aproveite para acessar nossa loja virtual e conheça a Pirouette Myst e todos os nossos produtos.

banner coleção dix evidence balletPowered by Rock Convert