Insegurança no palco: o que fazer para manter o equilíbrio?

Diego
19 de março de 2018
0 35 views

Quem ama dança e se dedica à arte comumente lida com um frio na barriga: a insegurança no palco. A ansiedade antes do espetáculo chega tanto para os principiantes quanto para bailarinos e bailarinas mais experientes.

No palco, a segurança é fundamental para uma boa performance. Com mais confiança, você executa os movimentos de forma mais natural, se entrega mais ao momento e isso é percebido pelo público. Cabeça erguida e atitude encantam a plateia.

Mas afinal, como lidar com a insegurança no palco e manter o equilíbrio para uma apresentação incrível? Reunimos dicas para ajudar você nessa missão!

Compareça aos ensaios

Se o nervosismo é normal e mais difícil de ser gerenciado, há coisas que você pode controlar, como sua dedicação aos ensaios. Ter a certeza de que você realmente se empenhou, compareceu aos treinos e prestou atenção nas correções vai deixar você mais leve e confiante.

Só falte por motivos extremos, dê seu melhor. Repita os movimentos sem preguiça para absorver a coreografia. Estudando e ensaiando com afinco, a sequência vai ser natural para o dia da apresentação, evitando os “brancos”.

Chegue cedo no dia do espetáculo

A rotina de bailarinos e bailarinas exige disciplina, e a pontualidade é essencial. Chegue com muita antecedência ao local do espetáculo para entrar no clima da apresentação que será feita e para não lidar com dose extra de nervosismo porque o trânsito a caminho não flui.

Curta o momento com a sua turma, faça um reconhecimento do local. O desconhecido assusta, por isso convém se familiarizar o quanto antes. Percorra o cenário com curiosidade: a dança é para ser prazerosa e apaixonada, um estilo de vida, e não algo para aborrecer.

Tire um tempinho para se concentrar

Cada pessoa tem uma técnica de relaxamento que funciona melhor. Algumas precisam ficar alguns minutos sozinhas no dia do espetáculo, experimentando o silêncio e a tranquilidade para se concentrar. Outras necessitam da presença de amigos ou familiares para se sentirem mais seguras.

Exercícios de respiração ajudam a controlar a ansiedade como mágica. Você conhece a chamada respiração de bebê? Em que o tórax e abdômen se expandem sem medo na inspiração e relaxam na expiração? Ela faz maravilhas pelo seu psicológico em um momento de tensão e vai ajudar a controlar a insegurança no palco.

Faça alongamentos

Jamais entre no palco com o corpo frio. O alongamento é fundamental para evitar lesões no momento do espetáculo e maximizar o desempenho do seu corpo, mas também é uma poderosa maneira de relaxar os músculos e conter a ansiedade.

É comum, ainda, que palcos sejam mais frios que as salas de aula, o que pode fazer com que você tenha reações involuntárias que comprometam a performance. Já pensou tremer na frente do palco por conta da temperatura e do nervosismo? Aqueça-se sem economia.

Tome cuidado com o que ingere

O que você come e bebe no dia da apresentação tem impacto no seu desempenho. Opte por comidas leves e evite a ingestão de cafeína. Consumir café, chá com a substância ou refrigerantes pode parecer uma boa ideia para ter energia no espetáculo, mas só vai aumentar o nervosismo.

Há opções de chás deliciosos que são calmantes naturais e podem dar mais tranquilidade antes de subir ao palco. A camomila, o capim-cidreira e a melissa são poderosos relaxantes e vão dar em você um abraço de conforto para controlar a insegurança.

Seguindo essas dicas, você vai conseguir gerenciar o nervosismo e fazer uma excelente apresentação. Mas lembre-se de não se cobrar em excesso. O perfeccionismo, quando em exagero, só gera ansiedade e frustração.

Até profissionais mais experientes da dança cometem erros. Em caso de erros, o segredo para superar a insegurança no palco é não se desesperar e fazer parecer parte do espetáculo intencionalmente. O público quer verdade na dança, e não perfeição a todo custo.

E então, gostou das nossas dicas para controlar a insegurança no palco? Que tal compartilhar nas suas redes sociais?