4 benefícios ao revender produtos de dança que você tem que conhecer

Diego
13 de agosto de 2018
0 45 views

Há uma frase que diz que não são os passos e nem o ritmo que fazem uma dança, mas sim a paixão que vai na alma de todo o dançarino. Agora, imagine se fosse possível aliar paixão e trabalho e conseguir ganhar dinheiro com o que você mais gosta? Seria um sonho, não é mesmo?

Pois saiba que, com um pouquinho de investimento e boa vontade, é possível transformar esse sonho em realidade por meio da revenda de roupas e acessórios de dança. Ter amor pelo que se faz — e mais ainda pelo que se vende — já é meio caminho andando para o sucesso!

Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura e descubra 4 vantagens que revender produtos de dança podem trazer para a sua vida!

1. Flexibilidade de horário

Grande parte das reclamações dos trabalhadores que têm uma carga horária fixa é referente a não poder escolher a hora que entra nem a hora que sai da empresa, e isso pode ser bastante desanimador e frustrante.

Mas, trabalhando como revendedor, você é o seu próprio chefe, ou seja, pode decidir não acordar tão cedo e trabalhar até mais tarde, ou “madrugar” para poder descansar ou resolver algum problema antes de o dia terminar. Enfim, todo o controle sobre o seu tempo estará em suas mãos!

No caso dos produtos para dança, o horário é mais flexível ainda, pois muitas escolas e studios, onde você poderá oferecer as roupas e acessórios, funcionam desde as primeiras horas da manhã até as 22h/23h.

2. Independência financeira

Muitas pessoas que estão fora do mercado de trabalho — seja por opção própria, seja por outros motivos — gostariam de ter uma renda, ainda que sem carteira assinada e de maneira autônoma. Com a revenda de produtos, é possível fazer isso e ajudar no orçamento da casa, além de, é claro, separar aquele dinheirinho para gastar com você sem ter que pedir nada para ninguém!

Além disso, você ganhará por produtividade, ou seja, quanto mais e melhor você trabalhar, maior será o seu faturamento. Como você já conhece os produtos e o meio no qual eles são utilizados, fica muito mais fácil vendê-los. Por exemplo, você pode um dia estar na sua aula de ballet e perceber que a sua colega está com uma ponteira de sapatilha gasta, sentindo dor ao subir na ponta.

Está aí uma grande oportunidade de oferecer a ela ponteiras novas e até de outros materiais que são mais confortáveis e amortecem mais o impacto, como as de silicone, por exemplo.

3. Pouco investimento inicial

Grande parte das marcas que trabalham com revenda de produtos não exigem um grande investimento para começar. Na maioria dos casos, as empresas solicitam ao revendedor que compre um kit inicial, que costuma ter um valor de no máximo R$1500,00. Além disso, não é preciso de muita burocracia para revender produtos, às vezes, bastando apenas um cadastro no próprio site da marca.

4. Aumento do networking

A intensa busca por clientes faz com que os revendedores de produtos conheçam e falem com bastantes pessoas, o que aumenta consideravelmente sua rede de contatos. Isso acaba, inevitavelmente, contribuindo para o seu crescimento profissional e sucesso na carreira.

Como visto, revender produtos de dança pode ser bastante vantajoso e trazer um retorno financeiro satisfatório para aqueles que conhecem o produto e são apaixonados pela arte de dançar.

Gostou do artigo? Então aproveite e descubra como vencer a ansiedade e o nervosismo em uma apresentação de dança!