Dores musculares? Confira 5 dicas para relaxar após a aula

Diego
4 de abril de 2018
0 22 views

Se você é viciada em dança, sabe que por maior que seja essa paixão, às vezes é difícil não se deixar dominar pelo cansaço. O ritmo intenso de treinos, além de deixar o corpo exausto, também pode gerar estresse. Isso faz parte da rotina de qualquer dançarino. Mas há como diminuir o efeito dos movimentos contínuos das aulas, treinos, recitais e apresentações.

Esta é, aliás, uma discussão que tem sido cada vez mais frequente no mundo da dança. Afinal, sabe-se que a falta de exercícios físicos pode prejudicar o bom funcionamento do corpo. Mas pouco se fala sobre os problemas que podem ser causados devido ao desgaste muscular e o treino excessivo. Por isso, na hora que a música parar, é hora de cuidar do corpo e da mente para garantir que a dança seja sempre um prazer. Assim, confira algumas dicas para relaxar após a aula:

Alongar é essencial

Quando realizado logo após a aula, o alongamento tem a função de relaxar os músculos, além de melhorar a circulação sanguínea. O importante é fazer os movimentos de forma lenta, de modo que cada posição seja mantida por pelo menos vinte segundos.

Respire profunda e lentamente

Respirar fundo, além de acalmar, é uma ótima técnica para relaxar os músculos e repousar as funções fisiológicas. Com apenas cinco minutos de exercícios respiratórios, já é possível notar os resultados. Uma técnica muito comum é respirar apenas pelas narinas, fazendo com que a saída de ar dure o dobro do tempo da inspiração.

Busque um massagista

É claro que o sonho de consumo de qualquer bailarino é ter um massagista à disposição ao final de cada treino. Mas sabemos que isso não faz parte da realidade da maioria dos praticantes de dança. Então, o que resta é pedir a um amigo ou amiga que faça essa bondade por você. O ideal é que essa pequena massagem seja feita na região do pescoço, nuca e ombros. Os pés e as pernas também estão na lista, mas isso é uma coisa que você mesmo pode fazer sem a ajuda de outras pessoas.

Alimentação é essencial

Ao final de uma aula, além do desconforto muscular, a fome também irá surgir com força total. Nessa hora, o importante é ter sempre um alimento leve (uma fruta, por exemplo) para amenizar a ânsia por comida. Mas não adianta comer com pressa. Essa “refeição” deve ser feita de forma tranquila e consciente.

Esvazie a mente

O bem-estar mental acalma o corpo. Quem é adepto da prática da meditação, já sabe que não há nada mais relaxante do que manter a coluna ereta, as pernas cruzadas e afastar todos os pensamentos que possam surgir.  Mas mesmo que você não faça, é importante tentar relaxar a mente afastando-se do computador e do celular por um tempo.