Saúde

Novembro Azul: como fazer a prevenção do câncer de próstata na dança?

O décimo primeiro mês de cada ano já está marcado como Novembro Azul, o mês da prevenção e conscientização sobre câncer de próstata. Afinal, quanto antes o quadro é descoberto, melhores são as chances de cura. O Novembro Azul surgiu na Austrália, em 2003. A campanha foi chamada “Movember”, pois é a junção de “mustache” …

Novembro Azul: como fazer a prevenção do câncer de próstata na dança? Leia mais »

Saiba agora o que fazer para evitar lesões no ballet

A dança mexe com o corpo, e isso pode gerar lesões no ballet. Esses momentos são sempre muito difíceis, afinal significam que você precisará deixar de praticar por um período até se recuperar. Danos nos joelhos, tornozelos, pés e até na lombar podem acontecer, às vezes, por algum descuido, movimentos realizados de forma errada ou …

Saiba agora o que fazer para evitar lesões no ballet Leia mais »

Descubra mais sobre as fáscias do corpo humano e como se prevenir no ballet

Você já ouviu falar sobre as fáscias do corpo humano? O nome pode parecer difícil, mas o significado não é tão complicado assim. Os bailarinos devem ter atenção redobrada com a fáscia e manter hábitos que contribuem para a saúde de músculos, ossos e desses revestimentos. Por isso, é importante conhecer bem sobre o assunto …

Descubra mais sobre as fáscias do corpo humano e como se prevenir no ballet Leia mais »

people, woman, dancer

7 motivos para eleger o Ballet como sua atividade física favorita

A atividade física é essencial para todos que desejam ter uma boa qualidade de vida. Ela é capaz de melhorar a estética corporal e a autoestima, diminuir sintomas da depressão, aumentar a capacidade de se socializar com a família e amigos, prevenir doenças como a diabetes e o câncer e evitar a obesidade. Que o …

7 motivos para eleger o Ballet como sua atividade física favorita Leia mais »

Os danos gerados pela dança são um problema comum em quem pratica o ballet, principalmente, as lesões no pé que aparecem com mais frequência nos bailarinos. Mas como elas surgem e quais são as mais comuns nos dançarinos? São diversas as questões em relação às lesões, e elas podem atrapalhar bastante o desenvolvimento no ballet. Afinal, essa é uma das modalidades que mais proporcionam danos ao corpo, por exigir muito na postura e nos movimentos dos bailarinos. Além disso, o ballet também faz com que ocorra uma repetição muito grande dos movimentos, o que gera desgaste nas articulações e em outras partes do corpo. Mas é possível seguir algumas dicas para ajudar a evitar lesões no pé e outros problemas causados pela dança. Então, se quer saber mais sobre as lesões originadas pelo ballet, este post é ideal para você. Saiba o que pode acontecer em diferentes membros do corpo e os cuidados que devem ser tomados para evitar esse problema. Tipos de lesão no ballet  Primeiramente, é importante conhecer os tipos de lesão que os movimentos do ballet acarretam no corpo. Lesões nos joelhos No ballet, os joelhos sofrem impacto conforme o posicionamento dos quadris e dos tornozelos. Os movimentos podem gerar sobrecargas de peso, o que provoca danos no tecido fibroso que fica em volta dos joelhos, mas começa na bacia, passa pela coxa e se fixa na perna. Entre as principais lesões de dança geradas nos joelhos, está a condromalácia patelar, que nada mais é do que o desgaste da cartilagem da patela. Isso se potencializa quando é feita a rotação lateral da perna. Por esse motivo, é necessário evitar esse movimento de modo brusco. Outra lesão muito comum nos joelhos para os bailarinos é a tendinite patelar, uma dor no tendão. Ela está ligada a movimentos como aterrissagem de saltos. Inicialmente, o incômodo acontece no início da atividade física. Se o problema evoluir, a sensação ruim pode durar por toda a atividade. Lesões na lombar Só quem pratica o ballet sabe como essa dança exige da coluna. É por isso que se recomenda que os bailarinos façam muito exercício para desenvolver músculos fortes na região abdominal e também nas costas. Quando os movimentos de extensão e rotação do quadril não são realizados corretamente, a lombar pode sofrer com lesões musculares, hérnia de disco, espondilose, entre outras condições graves. Lesões nos tornozelos Os tornozelos também são articulações exigidas ao máximo no ballet. Os entorses nessa área são muito comuns e podem ocasionar lesões ou até mesmo o rompimento de ligamentos. Os impactos absorvidos pelo tornozelo podem gerar danos mais fortes. Para evitar esse tipo de problema, movimentos mais bruscos com os tornozelos devem ser feitos apenas após o bailarino ter adquirido certa habilidade e treinado muito com seu professor. Lesões nos pés e nas pernas Já quando falamos de pernas e pés, as lesões mais comuns que podem ser causadas pela dança são as tendinopatias. São processos degenerativos que acometem os tendões fibulares e o tendão tibial posterior. As tendinopatias se desenvolvem, principalmente, quando o bailarino permanece muito tempo fazendo um movimento de equilíbrio com a lateral do pé. Isso acontece tanto quando os pés estão aplainados no solo, quanto nas ocasiões em que são realizados movimentos para ficar na ponta do pé. As joanetes também aparecem nos pés dos bailarinos com mais frequência, apesar de surgirem em pessoas que não dançam. Elas são caracterizadas por uma deformidade no dedão, que o entorta um pouco para o lado de dentro do pé. O treino correto e o uso das sapatilhas adequadas para o ballet são as melhores maneiras de se prevenir contra tais lesões. Dicas para evitar lesões na dança Para não ser acometido pelas lesões no pé e outras provocadas pela dança, é importante seguir algumas dicas importantes. Tais recomendações podem te ajudar a manter a saúde dos músculos e dos ossos por mais tempo. Use os acessórios ideais Utilizar a sapatilha ideal e os acessórios adequados para o ballet é essencial para evitar lesões no pé. Sapatilhas muito moles, por exemplo, contribuem para danos no tornozelo, por isso, é importante usar a sapatilha correta, que se adapta aos seus pés. Faça alongamentos e aquecimentos Fazer bons alongamentos e aquecimentos a cada treino é importante para impedir o surgimento de dores, lesões e machucados. O alongamento aumenta a flexibilidade e permite ao bailarino ampliar os movimentos. O aquecimento aumenta a eficiência do alongamento. Por isso, é importante realizar os dois antes do treino. Evite a fadiga e o estresse Muitas lesões acontecem por cansaço e fadiga, devido a treinos exaustivos, em que o dançarino não faz pausas nem respeita os próprios limites. Por essa razão, conheça o seu corpo e até onde você consegue chegar, e respeite isso para não prejudicar nem forçar os seus músculos. Fortaleça a musculatura Faça outras atividades físicas para fortalecer os músculos, aumentando a resistência e elasticidade do corpo. Fisioterapia também é uma ótima opção para quem já tem lesões constantes devido à dança. Mantenha uma alimentação saudável Ter uma dieta equilibrada pode ajudar a fortificar o seu corpo, além de contribuir com o desenvolvimento e a leveza dos movimentos. Fora isso, a alimentação é essencial para a saúde do bailarino, em sua rotina e durante o treino. Com essas recomendações, você melhora muito o desempenho, além de conseguir evitar lesões no pé e em outros pontos. Por isso, é importante manter alguns cuidados e seguir algumas dicas que vão fazer a diferença no seu dia a dia como bailarino. As lesões no pé são as mais comuns e as que mais precisam de tratamento, já que tal membro é imprescindível para o bailarino. Por esse motivo, é indispensável o cuidado com ele, e as dicas acima são as principais formas de impedir o aparecimento das lesões. Portanto, se você pratica o ballet ou deseja se iniciar nessa modalidade, não deixe de tomar todos os cuidados para evitar que ocorram danos. Você gostou do nosso artigo? Já teve problemas assim nos pés? O que achou das nossas sugestões? Tem mais alguma indicação? Conte para nós nos comentários!

Conheça as principais lesões que podem ser causadas na dança!

Os danos gerados pela dança são um problema comum em quem pratica o ballet, principalmente, as lesões no pé que aparecem com mais frequência nos bailarinos. Mas como elas surgem e quais são as mais comuns nos dançarinos? São diversas as questões em relação às lesões, e elas podem atrapalhar bastante o desenvolvimento no ballet. …

Conheça as principais lesões que podem ser causadas na dança! Leia mais »