Moda Ballet: conheça 5 tendências inspiradas na dança clássica

Diego
3 de outubro de 2016
0 1.609 views

A vida não se cansa de imitar a arte, e a moda ballet é um grande exemplo disso. De tempos em tempos, estilistas mergulham nesse universo de gestos delicados e tecidos leves e resgatam de lá peças que viram clássicos, como as sapatilhas, que marcam época, como as saias de tecido fluido, que lembram os tutus e que vivem indo e voltando às listas de tendências e como os penteados de coque alto.

Dessa vez, as referências ao balé não se restringem a uma peça ou outra. Há espaço para o closet inteiro: bolsas, calças fusô, polainas, laços, sapatilhas e botas pesadas, que contrastam perfeitamente com a delicadeza da dança.

As principais semanas de moda apontam que, em 2017, será a vez da neobailarina, a bailarina de rua, que reveza looks românticos com composições modernas, que trazem um pouco do gótico, do rocker, do militar, entre outros estilos, misturados com coques, tules, moletom, seda e lã.

Isso abre espaços para combinações como saia de tule e jaqueta biker ou sapatilha com acessórios que remetem ao punk, como correntes metalizadas. Misturas que reforçam aspectos opostos mas complementares da personalidade feminina: delicadeza e audácia; inocência e intrepidez. Sobreposição é palavra de ordem: camisas de manga comprida em cima de collant, por exemplo.

Tendências em moda ballet

Tule e transparências

Nesse universo de possibilidades, as coleções apontam para algumas apostas para 2017 que podem ser consideradas bem seguras. Por exemplo, o tule e as transparências vão estar presentes em saias, lingeries e collants. Podemos dizer essa é a tendência número um.

Predominância de cores suaves

A segunda tendência é a predominância de cores mais suaves e presentes no universo do balé, como o rosê, o bege e suas variações – nude, areia e champanhe. Essa paleta vai predominar tanto em peças mais delicadas (sapatilhas, collants, saias evasês e minissaias), como em casacos mais pesados e cardigans de cashmere.

O rosa envelhecido, o mais tradicional dos tons de cor no universo do balé, marca presença em peças clássicas e nos itens mais ousados, como lingeries e vestidos coquetel).

Gótico

A combinação com o gótico deve ser outro hit, no caso, a nossa terceira tendência. Para compor um ar delicado e levemente dark, aparecem itens como tachas e couro, em peças pesadas como botas, coturnos, casacos de couro, bomber jackets ou mesmo nas mais delicadas, com tecidos de tule e renda. O preto aparece com força em todas essas possibilidades, combinando com as cores mais suaves.

Suéter

Suéter mais curto e larguinho é outro item que já está fazendo sucesso lá fora. A peça une estilo com informalidade, produzindo excelentes looks casuais. Opções de combinações com peças sexys, como a legging, ou despojadas, como moletons e shorts, dão super certo.

Coques

E, para terminar, a quinta tendência: os coques são um clássico que retornam com toda a força, marcando presença nos penteados de algumas celebridades mundo afora. Eles funcionam muito bem em ocasiões formais, como casamentos, porque são inegavelmente clássicos e elegantes. Pode tanto aparecer nos modelos alto e baixo, como no meio da cabeça. Deixar alguns fios soltos é uma aposta para quem conferir um pouco de despojamento.

Gostou das dicas sobre como a moda ballet vai bombar nas ruas na próxima estação? Então compartilhe esse post com suas amigas e comecem a pensar nos melhores looks. Dar uma passadinha no site da Evidence Ballet pode trazer boas ideias.