Yoga ou Dança? 3 motivos para praticar as duas atividades

Diego
18 de abril de 2018
0 19 views

Dançarinos podem se valer do Yoga para aliviar o estresse e potencializar a memória

Cantos sânscritos, roupas largas, posturas quase contorcionistas e muita meditação. Você já deve saber que estamos falando de yoga. A técnica milenar nasceu na Índia e já reúne adeptos em todo o mundo. Para se ter ideia, celebridades como Fernanda Lima, Gisele Bündchen, Beyoncé e até Madonna se declaram praticantes da atividade.

Mais do que um exercício físico capaz de queimar até 500 calorias por hora, o yoga também possui outros atributos. Além de estimular o metabolismo, regulariza a produção de hormônios e atinge o sistema nervoso central.  E é justamente essa sincronia entre respiração e movimentos que faz oxigenar o cérebro e relaxar o corpo. Por isso, veja três razões para incluir o exercício na sua rotina e relaxar nos intervalos entre treinos e espetáculos:

Concentração e memória mode on

Considerada uma filosofia de vida, a prática também é conhecida por melhorar a concentração e a memória dos praticantes. Isso acontece porque exige muita atenção na execução das posturas e na respiração. Dessa maneira evita que o yogue se distraia com pensamentos aleatórios. Como age melhorando a circulação sanguínea, o yoga intensifica o funcionamento do cérebro e aumenta sua capacidade de memória.

Adeus, ansiedade!

Um dos maiores trunfos do exercício na atualidade é, sem dúvidas, a diminuição do estresse causado por treinos e temporadas de espetáculos. Considerado o mau do Século XXI, o transtorno de ansiedade também pode ser combatido por meio do yoga. As posturas funcionam como uma espécie de limpeza do corpo e da mente, removendo a tensão que gera o estresse.

Zen até na TPM

A fase menstrual é um momento bastante delicado para as mulheres. Dores, cólicas, inchaços e o estresse nesse período podem acabar com o humor de muitas e comprometer o bem-estar. Mas para as yogues, esse ciclo pode ser menos traumático. Isso porque as praticantes da atividade tendem a ter menos cólicas, devido à boa circulação do sangue para os órgãos genitais. Além disso, um programa de yoga pode reduzir em até 50% o cortisol, conhecido como o hormônio do estresse.

É importante lembrar, porém, que yoga nada tem a ver com religião. A arte é um exercício de autodescoberta e, principalmente, um estilo de vida. União, harmonia e equilíbrio resumem a prática, que exige roupas leves e confortáveis.

Tops que não sejam muito decotados e blusas que sejam mais justas na cintura são uma opção adequada. Outra dica importante é utilizar calças com elástico no tornozelo, evitando a movimentação nas inversões e incômodo na hora da prática. Macacões e macaquinhos também são uma ótima opção para garantir conforto e mobilidade. Já nos pés, você pode aproveitar sua sapatilha meia ponta, caso não queira praticar a atividade descalça.

Veja também 6 benefícios do ballet para a saúde.