Origem do ballet: você sabe como essa dança começou?

Diego
13 de novembro de 2017
0 14 views

Você conhece a origem do ballet? Saber como essa dança surgiu é importante para se conhecerem suas motivações e como elas refletiram no desenvolvimento da prática ao longo da história.

A dança se popularizou pelo mundo todo, se tornou uma das mais praticadas por pessoas de todas as idades, influenciou uma série de outros estilos e também se modernizou com o passar dos anos.

Para você apreciar um pouco mais da história do ballet, este post traz um resumo sobre essa dança, que tem grande influência sobre diversos movimentos artísticos. Continue a leitura e confira!

A origem do ballet no período renascentista

O ballet surgiu na Itália, no período renascentista, como uma forma de apresentação, uma espécie de teatro que envolvia a atuação em si com música e passos de dança, que davam mais expressão à história contada.

As nobres cortes italianas usavam o ballet para entreter seus convidados ilustres e promoviam verdadeiros bailes com as apresentações de dança e música. A importância dessas apresentações e onde aconteciam ajudam a entender o motivo de tanta elegância, graciosidade e disciplina no ballet.

A chegada na França

O ballet chegou à França quando Catarina de Medicis, italiana, casou com o rei Henrique II, francês. Com o título de rainha francesa e com o poder que competia a ela, instaurou a cultura do ballet no país.

Desde então, a dança ganhava mais força na França, sempre sendo promovida dentro de eventos que estimulavam diversas áreas da arte, como a música e a pintura. No século XIV, o rei Luís XIV foi um de seus grandes apoiadores, inclusive se tornando bailarino de muitas apresentações importantes.

A ideia revolucionária de Noverre

O mestre de ballet Jean Georges Noverre queria que a dança desse um passo à frente. Naquele período, as apresentações de ballet estavam sempre associadas às operas, como se fossem interpretações das canções, tanto que o nome das apresentações eram ópera-ballet.

Noverre acreditava que o ballet poderia, sozinho, ser uma forma de arte e ter apresentações próprias e independentes, capazes de retratar histórias por meio de sua expressividade de movimentos e passos complexos e disciplinados. Noverre, então, deu início ao que ficou conhecido por ballet dramático, praticado até hoje.

O surgimento do ballet clássico e a influência russa

O romantismo, durante o século XIX, foi palco para a ascensão do ballet clássico, assim como de outros movimentos artísticos. Um viés sobrenatural e uma imagem de fraqueza feminina influenciaram as apresentações da dança. Naquela época também surgiu a característica da dança na ponta dos pés.

A Rússia esteve sob grande influência do ballet na metade do século XIX, sendo berço de renomados bailarinos e coreógrafos, o que se estendeu por toda a história, até os dias atuais. Foi nesse país que cresceu a exigência por movimentos com extrema classe e de técnica muito apurada.

O cenário atual e as influências do ballet na dança

As companhias de ballet ao redor do mundo estão cada vez mais fortes e a dança é uma forma de arte completamente estabilizada, que influencia diretamente muitos outros estilos de dança.

O surgimento do ballet moderno e contemporâneo deu menos rigidez e mais expressividade à dança, ao permitir a influência urbana e a personalidade de cada um dos bailarinos e coreógrafos, que continuam inventando novos passos e movimentos em prol da evolução e da manutenção dessa cultura. Tradicional, a dança segue conquistando adeptos por todo mundo e sendo fundamental para as danças e para a arte!

Gostou de saber um pouco mais sobre a origem do ballet? Curta nossa página no Facebook para ver mais conteúdos como este!