Ballet em casa: confira as melhores dicas para não perder a prática

Passamos por um momento delicado no mundo. Com a pandemia do novo coronavírus, ficar em casa tem sido a medida mais segura para evitar a contaminação da população. No entanto, no caso das bailarinas, a prática da dança precisa ser uma atividade constante.

Contudo, e agora? Nesse cenário, como conciliar as duas situações e se prevenir da doença sem perder a forma? Neste post, listamos dicas importantes para quem quer praticar ballet em casa de forma segura. Confira a seguir!

Busque aulas online

Treinar em casa, sem o auxílio de um professor qualificado, não é tão simples quanto parece. Por isso, você pode buscar aulas online e até por videoconferência para ter algum suporte.

Converse com sua professora sobre a possibilidade de continuar os treinos, mesmo à distância, e elabore, junto com ele, uma aula com exercícios mais simples e que não tragam riscos de acidentes ou lesões. Lembre-se de que, nesse momento, o ideal é apenas se manter ativa e não tentar aprender novos saltos e piruetas.

Continue alongando

Perder o alongamento é o pesadelo de qualquer bailarina, por isso, é importante manter uma rotina diária de exercícios em casa. Entretanto, é importante ter cuidado. Alongamentos feitos de forma incorreta podem causar distensões e lesões. Por isso, faça apenas exercícios que você já está acostumada, siga as técnicas corretas e não tente forçar o alongamento mais que o seu limite.

Faça o treino de barra

Dependendo do espaço que você tiver disponível em casa, pode ser difícil realizar uma aula completa, com exercícios de centro, diagonal, giros e saltos. Além disso, esse tipo de exercício pode trazer mais riscos de acidentes e você nem sempre terá o piso adequado para evitar sobrecarga nas articulações.

Sendo assim, o mais indicado é que você arrume um espaço para fazer, pelo menos, um treino simples de barra. Para isso, utilize o encosto de uma cadeira ou um móvel, desde que, ele tenha a altura adequada. As sapatilhas de ponta também não são recomendadas nos treinos em ambiente doméstico. É melhor e mais seguro utilizar apenas a meia-ponta.

Prepare-se como se fosse para a aula

Se você está disposta a manter seus treinos em casa, é fundamental se preparar como se fosse para a academia de dança. Isso quer dizer que você deve se hidratar bem e aquecer todos os músculos antes de iniciar os exercícios.

Além disso, é importante respeitar o uniforme. Os cabelos devem estar bem presos para evitar acidentes e o mais indicado é utilizar suas roupas de aula. Sapatilhas, collant e meia-calça são importantes para que você não escorregue nem enrosque nas peças de roupas, ainda mais no caso de não estar no piso adequado.

Manter uma rotina de exercícios constante é fundamental para que você se aprimore cada dia mais como bailarina. No entanto, ao praticar o ballet em casa, é preciso ainda mais cautela. Tenha em mente que qualquer movimento realizado de forma incorreta, ou mesmo pequenos acidentes, podem causar lesões sérias. Sendo assim, respeite seus limites e faça apenas exercícios que você já conhece.

Gostou das dicas? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este diretamente em seu e-mail.

teaser coleção For youPowered by Rock Convert