Guest Post - Dryelle Mundo Bailarinistico

Estreia de uma mãe

“Dia 08 de abril de 2020. Dia da minha estreia como mãe!

Foram 38 semanas de ensaio. Aquele tempo de expectativa, que a gente precisa para aceitar o novo papel e construir o novo personagem.
A gravidez, assim como toda coreografia nova, no começo é empolgante, depois vai acostumando e no final não vemos a hora de levar para o palco. Dar à luz, com direito a foco.

Lembrando aqui que se tratava de um duo e quando a gente dança com alguém, desde o ensaiar a gente já se envolve e cria uma relação de confiança e afeto.
Minha dupla é uma étoile. Está pronta para brilhar como fada, boneca ou princesa!

O dia da estreia foi ansioso!
Aquela sensação de vontade de ir ao banheiro depois de estar prontinha, de meia calça e figurino.
Antes de entrar no palco sempre faço uma oração….
E assim como numa apresentação, o parto é confuso, momento único, diferente dos ensaios, mas emocionante e mágico.

Era só a estreia de uma temporada que promete. Todo dia é diferente, não menos ansioso, nem menos especial.

A trilha poderia ser “subo nesse palco minha alma cheira talco, como “bumbum de bebê”.

Assim como no ballet, ser mãe exige de mim muita dedicação, disciplina e compromisso, mas é tanto amor que dá forças para não vermos as dificuldades.

Estou apaixonada!!!
Agradeço de coração por estar vivendo este momento e quero dividir com ela muitos palcos pela vida.
Ao universo, a minha reverancce!”

A homenagem acima é de Dryelle Almeida, do Mundo Bailarinístico, para todas as pessoas que compartilham o amor mais puro de todos: ser mãe.

Feliz Dia das Mães!

Texto por: Dryelle Almeida – do Mundo Bailarinístico.

20% off + frete grátisPowered by Rock Convert