Cisne negro: descubra as curiosidades da bailarina do filme

Diego
29 de janeiro de 2018
0 65 views

O filme Cisne Negro foi um marco na história do cinema e do ballet. Lançado em 2010, tem a atriz Natalie Portman no papel da personagem principal. Nina, uma bailarina clássica dedicada, mostra muito bem o que é a realidade desse tipo de dança, que exige muita dedicação e comprometimento.

Natalie Portman ganhou o Oscar como melhor atriz por sua brilhante atuação e o filme também foi indicado em outras quatro categorias do prêmio mais importante do cinema. Mas, por trás das câmeras, há algumas curiosidades que muitas pessoas não sabem sobre a atriz e sua preparação para o papel de Nina.

Se você ama ballet e é fã do Cisne Negro, você vai adorar saber mais sobre os bastidores de um dos melhores filmes sobre ballet dos últimos tempos. Continue a leitura!

A história do filme

O enredo do filme, denso e relatado como um dos melhores suspenses psicológicos da época, conta com Nina e Lily (Mila Kunis), que são escolhidas para participarem do tradicional espetáculo O Lago dos Cisnes. Inicialmente, Nina é colocada no papel do cisne branco, que tem uma alma delicada e, segundo seu diretor Thomas, é o papel perfeito para a bailarina.

Porém, o desejo de ter o papel do cisne negro faz Nina despertar, ao longo do filme, e se esforçar imensamente para merecer ser o personagem principal, o que culmina em uma série de alucinações até o dia da apresentação.

Algumas curiosidades interessantes

Separamos para vocês várias curiosidades que mesmo a maioria dos fãs do filme Cisne Negro não conhece. Confira:

  • a atriz Natalie Portman declarou que nunca esteve tão em forma: para se preparar fisicamente, fazia treinos diários de 5 horas, incluindo natação, musculação e três horas de ballet;
  • nos dois meses antecedentes às gravações, o coreógrafo responsável pelo filme, Benjamin Millepied, adicionou mais três horas de ensaio para a preparação das coreografias;
  • Natalie, que já era magra e dona de um corpo admirável, perdeu nove quilos para o papel;
  • Georgina Parkinson, nome principal do Royal Ballet e solista do American Ballet Theatre foi uma das grandes responsáveis por treinar a atriz, principalmente no que dizia respeito aos diferentes tipos de dança entre os cisnes branco e negro. Duas semanas antes das filmagens, a bailarina faleceu;
  • Sarah Lane, bailarina profissional, participou do filme como dublê. Mesmo com mais de um ano de treinamento de Natalie Portman, alguns passos nas cenas da cintura para baixo foram feitos por Lane;
  • A atriz sofreu diversas lesões durante as gravações. Uma das mais graves foi uma costela deslocada, que resultou em algumas sessões de fisioterapia, uma delas até mostrada no filme;
  • Apesar de as atrizes Blake Lively e Eva Green estarem bastante cotadas para o papel da bailarina Lily, Natalie Portman recomendou a amiga Mila Kunis, por saber que ela já tinha contato e experiência com o ballet. O diretor Darren Aronofsky confiou na atriz e convidou Kunis para o papel.

O filme mostra mais que um bastidor real das companhias de ballet. Retrata, também, a pressão sofrida pelos bailarinos e a enorme dedicação que todos precisam ter para se apresentar em um espetáculo. Cisne Negro mostra, ainda, como a prática diária é importante para chegar à perfeição.

Se você é bailarina ou se interessa pela dança, provavelmente já assistiu ao filme Cisne Negro. Gostou de saber o que se passou nos bastidores? Sabe de mais alguma curiosidade? Então conte para a gente nos comentários!