5 curiosidades sobre o ballet Coppélia que você precisa conhecer

Franz está prestes a se casar com a moça mais bonita da aldeia, quando acaba se apaixonando por outra moça. O problema é que essa outra moça é, na verdade, uma boneca. Poderia ser o roteiro de um filme de ficção científica, mas, na verdade, essa é a sinopse do ballet Coppélia, estreado na Ópera de Paris em 1870.

O repertório é um grande sucesso e, ainda hoje, é bastante representado ao redor do mundo. Quer conhecer melhor esse espetáculo e conferir algumas curiosidades sobre ele? Então continue acompanhando a leitura.

1. A primeira bailarina a estrelar Swanilda tinha apenas 15 anos

A primeira montagem do ballet, em 1870, teve como bailarina principal Giuseppina Bozacchi, que tinha apenas 15 anos e nunca havia dançado profissionalmente. Por conta da falta de experiência da bailarina, algumas mudanças precisaram ser feitas na coreografia.

Logo após a estreia, aconteceu a Guerra Franco-Prussiana, e a Ópera de Paris se viu obrigada a fechar suas portas. Para a reabertura, a produção precisou trocar de primeira bailarina, visto que a jovem estrela havia falecido em decorrência de febre tifoide. O papel, então, foi entregue a Léontine Beaugrand, uma dançarina mais experiente.

2. Franz foi interpretado por bailarinas travestidas

Devido à falta de bailarinos homens qualificados na época, o personagem de Franz foi interpretado por mulheres durante muitos anos. A primeira montagem com um homem no papel masculino aconteceu na Rússia, somente em 1884.

Já na França, a tradição de mulheres interpretando o papel foi mantida até 1950, mesmo já havendo bailarinos homens qualificados para o personagem.

3. O coreógrafo Arthur Saint-Leon morreu de ataque cardíaco no mesmo ano da estreia

Arthur Saint-Leon era filho do mestre de ballet do Teatro Ducal de Wuertemberg e começou sua carreira na dança em 1835, em Munique. Embora tenha coreografado diversos ballets, Coppélia é considerada sua obra-prima.

Apesar do sucesso, o coreografo faleceu por conta de um ataque cardíaco apenas dois dias após o fim prematuro da estreia.

4. O ballet foi dançado pela primeira vez no Brasil em 1918

A estreia mundial de Coppélia ocorreu em 25 de maio de 1870 na Ópera de Paris. O ballet, no entanto, só chegou ao Brasil em 9 de maio de 1918, apresentado pela companhia de Anna Pavlova.

5. Coppélia tem uma temática inovadora

Diferentemente dos demais ballets da época, Coppélia inova ao apresentar apenas personagens reais, sem contar com a presença de fantasia na forma de ninfas ou willis. Além disso, Swanilda é uma personagem alegre que demonstra abertamente seu amor por Franz. O desfecho é feliz, com o casal terminando a história juntos.

Coppélia também foi o primeiro ballet a trazer danças a caráter fora do enredo, como a Czarda, a Mazurka e a Polca. Conta com momentos cômicos, o que também o diferenciava dos demais ballets da época.

O ballet Coppélia é um grande sucesso ainda hoje, sendo o ballet de repertório mais representado no teatro da Ópera de Paris. Para conhecer melhor a coreografia, vale a pena buscar vídeos das apresentações.

Gostou das curiosidades? Conheça também um pouco mais sobre os ballets românticos.