Dança de tango: 3 melhores dicas para você arrasar!

Manifestações artísticas vão muito além do ato por si só: várias ideias e filosofias podem ser transmitidas em um espetáculo cultural. A dança de tango, por exemplo, figura como uma das principais formas de expressão criadas na América Latina.

A relação do tango com os passos sensuais é bastante conhecida, assim como sua origem argentina. Ao longo do tempo a dança ganhou cada vez mais espaço e hoje representa uma ótima opção para quem busca evoluir em alguma atividade como hobby.

Se você nutre interesse pelo tema, está no lugar certo. Ao longo do post, traremos detalhes sobre a história do tango e ótimas dicas de vestimenta e prática da dança. Leia!

História da dança de tango

Ainda no século XIX, a Argentina passou a receber imigrantes oriundos de diversos lugares do mundo, fruto da intenção do governo de ampliar a mão de obra disponível no país. A alta quantidade de homens resultou no incremento da movimentação em prostíbulos, e daí surgiu a nova dança.

Nesses ambientes, majoritariamente encravados no subúrbio de Buenos Aires, casais costumavam improvisar passos e letras sensuais, inclusive considerados impróprios fora dali. Ritmos trazidos por cubanos, franceses, italianos e espanhóis formaram, então, o tango.

A teoria mais aceita diz que a origem da palavra é africana e significa ”dentro de casa”, como referência aos locais fechados em que se dançava. Inicialmente havia certa aversão ao tango, mas o retorno de imigrantes à Europa pôs fim ao preconceito, com Paris atuando como porta de entrada da dança no Velho Continente.

Dos anos 1910 em diante, a profissionalização afirmou o tango de vez mundo afora. A excentricidade e o estilo sensual conquistaram muitos amantes, e nomes como Carlos Gardel e Astor Piazzola entraram para a história por meio da dança.

Vestimentas ideais

A elegância é peça-chave ao escolher as roupas para a dança de tango. Quando começou a influenciar classes mais altas em grandes metrópoles mundiais, a vestimenta virou elemento de impacto na moda. Confira detalhes a seguir.

Femininas

Para as mulheres, o comum no início eram as saias longas, que deram espaço a peças mais confortáveis com a intenção de facilitar os movimentos. Hoje em dia, saias curtas fazem parte da lista de vestimentas ao dançar tango, aliadas a blusas e vestidos decotados e sensuais.

Lycras e tecidos elásticos também ganharam força ao longo do tempo, assim como flores presas aos cabelos ou a uma das pernas. A famosa meia de arrastão é outra entre as roupas marcantes ligadas à dança.

Masculinas

Com respeito aos homens, a indumentária do tango é tradicionalmente mais simples. A camisa fina, de preferência feita de seda, com calças afuniladas e sapatos de dança formam o traje completo ideal.

Complementos envolvendo acessórios como colete, chapéu e suspensório ajudam a incrementar o visual masculino na hora da dança.

Três melhores dicas para dançar

Agora que você já conhece a história do tango e a vestimenta ideal para dançar, é hora de ficar por dentro das melhores dicas antes de começar. Veja!

1. Conheça as técnicas de condução

O ritmo da música e o tráfego na pista de dança sempre influenciam, mas saber as melhores técnicas de condução ajuda bastante. Ao conduzir, seja sutil e procure prever os passos seguintes. Ao ser conduzida, deixe-se levar e busque o equilíbrio entre os passos.

2. Comece pelo básico

Dosar os ritmos é muito importante para dançar bem. Uma dica interessante é usar o mantra ”lento, lento, rápido, rápido, lento”. Além disso, manter a postura figura como outro ponto primordial.

3. Aprenda os passos principais

Pé esquerdo para a frente, pé direito para a frente, pé esquerdo para a frente, ir para a direita com o pé direito e juntar os pés, fazendo o esquerdo ir ao encontro do direito. Para quem conduz, são os passos principais. Para quem é conduzido, basta invertê-los!

Dona de tanta relevância social, a dança de tango é uma excelente maneira de se divertir. Por isso, nunca se compare a profissionais e lembre que todas as técnicas se aperfeiçoam com a prática, conforme a experiência aumenta!

Para não mudar de assunto, aproveite que está conosco por aqui e confira os oito estilos de dança de salão que você precisa conhecer!

Powered by Rock Convert