Descubra agora como melhorar a elasticidade do corpo para a dança

O ballet requer bastante flexibilidade de seus praticantes. Para executar os movimentos, a elasticidade do corpo é um dos principais requisitos. Nesse sentido, ter um corpo flexível está ligado à capacidade de mexer as articulações com maior amplitude. 

Portanto, praticar a libertação dos movimentos do corpo é essencial para quem faz ballet. Além disso, a elasticidade apresenta reflexos corporais, como a melhora da postura e mais qualidade nos movimentos e previne as temidas lesões. Dessa maneira, exercitar o corpo para deixá-lo mais flexível é fundamental.

Para isso, confira dicas de como melhorar a flexibilidade do seu corpo, aumentar a elasticidade e deixar os músculos mais saudáveis. 

Faça alongamentos e aqueça antes de começar

Essa é uma das exigências antes da prática de todo tipo de exercício físico. O aquecimento deve ser o início de qualquer atividade, uma vez que esse é o momento de preparação das articulações e músculos. É importante começar com movimentos mais suaves e lentos, e só então aumentar a intensidade.

Assim, iniciar os alongamentos aos poucos aquece e prepara o corpo para a atividade. Além disso, alongar melhora a flexibilidade, que está diretamente relacionada com a elasticidade corpórea.

Treine para respirar corretamente

Muitas pessoas podem não dar muita importância, mas a respiração é um ponto crucial na hora de mexer o corpo. Respirar corretamente é um jeito simples de se manter presente. Além do mais, a respiração é uma grande aliada para aumentar a flexibilidade corporal.

Ela deve ser feita seguindo os movimentos, pois isso ajuda a relaxar o corpo e aumentar a elasticidade. Desse modo, fica mais fácil avançar nos exercícios, sobretudo na fase de alongamentos. Respirar corretamente aumenta a oxigenação do organismo e ajuda nas atividades.

Execute os movimentos com a técnica correta

Os movimentos no ballet são ricos em detalhes. Posições de pernas, braços, postura e outros elementos são importantes para a técnica. No entanto, isso não é relevante só pela estética nas apresentações, mas também para evitar lesões musculares.

Dominar as técnicas é indispensável para treinar de forma saudável e ter mais elasticidade. Afinal, a dança demanda um uso complexo da anatomia. Portanto, tenha atenção a cada detalhe para fazer os movimentos corretamente.

Use roupas adequadas

Todos os exercícios físicos precisam ser feitos com roupas adequadas, e no ballet não seria diferente. A flexibilidade do corpo é imprescindível, e o que você está vestindo tem grande influência no resultado dos movimentos. Praticando durante as aulas ou até em casa, a vestimenta deve ser específica.

O collant é uma das peças mais conhecidas de quem faz ballet. Por isso, existem diversos modelos com diferentes tecidos, cores e tamanhos, como o Collant Amni.

Além dos collants, é possível complementar com um Short Hot Pants em lycra, que permite movimentos sem dificuldades.

A performance também tem a ver com a elasticidade do corpo e as vestimentas adequadas. Por isso, adquirir as roupas certas é primordial para conseguir dançar. A Evidence tem uma linha com vários produtos, desde collants a sapatilhas de ponta. Então, aproveite e encontre a roupa ideal para melhorar a flexibilidade!

Venha conferir os produtos na loja virtual da Evidence Ballet e encontre a roupa certa para você!

CUPOM de 20%OFF Vamos te presentar com um CUPOM de 20%OFF 😍 Frete Grátis - 6x no Cartão