Aula de balé: confira 4 exercícios que vão te ajudar

Diego
12 de março de 2018
0 28 views

Ao fazer uma aula de balé, você movimentará todos os músculos do seu corpo. Por isso, existem alguns tipos de exercício que ajudam a fortalecer, a alongar e também treinar o equilíbrio, itens indispensáveis para um bom bailarino.

Por isso, além do balé, alguns desses exercícios são indicados como forma complementar, para auxiliar no desempenho, deixar os movimentos ainda mais perfeitos e o corpo preparado para executá-los. Quer saber quais são eles? Confira!

1. Exercícios de respiração

Saber o ritmo da respiração durante um ensaio ou uma apresentação de balé é fundamental. É preciso treinar bastante para não fazer o que é comum para muita gente: prender a respiração durante um movimento de concentração ou respirar rápido demais, o que pode atrapalhar sua performance.

Para trabalhar esse ponto, treine a respiração pelo diafragma, colocando uma mão sobre o estômago. Ao respirar veja se sua mão se movimenta: se estiver se mexendo, você está respirando da maneira correta. Se não, relaxe e foque em inalar o ar e expandir essa parte do seu corpo.

2. Alongamento

Ter um bom alongamento é uma condição necessária para qualquer bailarino. Por isso, treinar seu corpo para isso é fundamental para melhorar a performance e os movimentos no palco.

Um dos exercícios mais comuns é a borboleta, em que você se senta unindo os pés e mantendo os braços em quinta posição. Depois, você leva o tronco para frente sem curvar sua coluna. Nesse exercício, a intenção é encostar o peito no pé, por isso é preciso prestar atenção na postura.

3. Postura na aula de balé

A postura de uma bailarina é uma das coisas mais notadas e elogiadas por qualquer pessoa. Mas, a importância de manter um bom alinhamento da coluna vai além da estética. Ela deixa os movimentos muito mais elegantes e pode até evitar acidentes.

É recomendado que os bailarinos pratiquem exercícios de postura todos os dias e se vigiem para que se mantenham alinhados sempre. Para ajudar, faça exercícios de força, como a musculação ou pilates, que trabalham a parte traseira dos seus ombros e dão sustentação para se manter ereto.

Também é importante trabalhar a força nos músculos do abdômen, já que é ele que vai dar sustentação para sua coluna não ceder e ajuda a evitar problemas na região lombar.

4. Fortalecimento

A força é essencial para qualquer pessoa. A construção de músculos ajuda na aceleração do metabolismo e deixa o corpo muito mais saudável. No caso dos bailarinos, é importante não só fortalecer os músculos, mas também a região dos pés e tornozelos.

Para isso, suba em eleve e faça um plié, sempre forçando o colo do pé para baixo. Depois, coloque os calcanhares no chão e estique as pernas. Outro exercício simples é sentar-se no chão e colocar objetos pequenos em volta dos pés, para tentar pegá-los com eles.

Para executar movimentos perfeitos na aula de balé, é preciso treinar todo o corpo e deixá-lo preparado para enfrentar tudo o que a dança exige dele. Para isso, é importante muito treino, dedicação, amor e, claro, respeito aos próprios limites para não se machucar.

Gostou do nosso texto de hoje? Então siga a gente nas redes sociais e fique sempre por dentro de nossas novidades! Estamos no Facebook.