5 maus hábitos que você deve evitar se quiser ser bailarino

Diego
21 de maio de 2018
0 52 views

Você já deve saber que ser um bailarino profissional é algo que requer muita dedicação e persistência para alcançar movimentos perfeitos. Para isso, além das horas diárias de ensaio, é preciso abolir os maus hábitos no cotidiano. Afinal, eles podem prejudicar o corpo durante o dia e, consequentemente, afetar seu desenvolvimento na dança.

Neste artigo, você vai conferir algumas atitudes capazes de comprometer sua performance nos ensaios e nos palcos. Continue a leitura e comece agora mesmo a se desvencilhar desses maus hábitos para crescer na carreira!

1. Usar celular ou laptop na cama ou no sofá

Dificilmente alguém checa rapidamente o celular ou laptop quando está em casa. Nesses momentos de descanso, as pessoas tendem a ficar por horas navegando na internet. Porém, quando se faz isso na cama ou deitado no sofá, a postura fica totalmente desalinhada, o que não faz bem para ninguém, especialmente para bailarinos.

Grande parte dos problemas ortopédicos se dá pela má postura, que normalmente aparece em períodos ociosos. Por isso, é sempre importante sentar-se com a coluna ereta, sem deixar o pescoço cair e sem sobrecarregar os quadris e as pernas com o peso do corpo, mantendo a região abdominal enrijecida para dar apoio a lombar.

2. Carregar peso em excesso só de um lado do corpo

As bolsas para a aula de ballet costumam ser pesadas, já que é preciso levar figurino, sapatilha, água, comida, entre outras coisas para aguentar o ritmo do ensaio. Porém, evite carregar a bolsa em apenas um lado do corpo, pois esse mau hábito pode comprometer sua estrutura física.

Esse desequilíbrio de peso pode causar desalinhamentos na postura e problemas musculares. Para carregar todo o seu material com segurança, invista em uma mochila ou uma mala com rodas. Se você não abre mão das bolsas com alça única, atente-se para sempre alternar entre os ombros.

3. Não fazer outro exercício além de dançar

É fato que a dança é um exercício completo e excelente para todos os músculos do corpo, mas quem faz isso profissionalmente precisa complementar a atividade com outra que trabalhe o alongamento e o fortalecimento muscular.

Pilates e ioga são exemplos de práticas que podem e devem ser adotadas pelos bailarinos, já que trabalham a consciência corporal, a postura e o fortalecimento dos músculos, com baixo risco de lesões e pouco impacto.

4. Não exercitar a mente

Força, disciplina, resiliência e persistência são características que um bailarino deve ter para ser um bom profissional. No entanto, é difícil encontrar alguém com essas quatro habilidades bem desenvolvidas a ponto de não precisar fazer algum preparo psicológico para aguentar as horas de aulas, ensaios, pressão e outros sentimentos.

Exercitar a mente é tão importante quanto exercitar o corpo. Então, procure formas de colocar tudo no lugar com práticas como meditação, terapia ou simplesmente desabafando com alguém que você confia.

5. Descuidar da hidratação, do repouso e da nutrição

A dança exige muito do corpo do bailarino. Em algumas horas de ensaio, muita energia é consumida e é preciso repor tudo com alimentação, água e repouso. Ter uma dieta proporcional ao quanto você treina, beber água durante e depois dos treinos e repousar vão garantir que seu corpo tenha o essencial para a máxima performance.

Eliminar os maus hábitos é uma forma de melhorar o seu desempenho no ballet, mas também de ter uma vida mais equilibrada e saudável. Alinhar mente e corpo é um dos grandes segredos para conquistar seus sonhos nos palcos.

Gostou do artigo? Então siga nossas redes sociais e acompanhe todas as novidades que divulgamos por lá. Estamos no Facebook, Twitter,  e YouTube!