Veja agora como fazer um alongamento pós-dança adequado

Diego
24 de setembro de 2018
0 12 views

O alongamento pós-dança é uma prática indispensável para restabelecer a saúde muscular depois de um ensaio ou de uma apresentação. Alongar os músculos é importante para mantê-los flexíveis e menos tensos, o que ajuda a prevenir lesões e até aquelas dores ou câimbras fortes, causadas pela prática de exercícios intensos ou muito duradouros. Além disso, essa atividade também contribui para a manutenção da postura digna de bailarino.

No artigo a seguir, você vai conseguir aprender algumas dicas de alongamento fáceis para fazer depois da dança. Mas, atenção: nunca exceda os limites do seu corpo, certo? Agora, é só aproveitar as dicas para começar o seu alongamento!

Alongue as pernas

1. Parada, com os pés paralelos e a mais ou menos um palmo de distância entre eles, desça o tronco lentamente, até encostar as palmas das mãos no chão. Se elas não chegarem, desça até o limite, de modo que você sinta a parte posterior das suas pernas esticada. Conte até 10, suba lentamente e realize o exercício novamente, duas vezes.

2. Deitado de barriga para cima, abrace um dos joelhos em direção ao tronco, estique a perna para o chão. Segure por 30 segundos. Depois, estique a perna que estava abraçada para o alto, levante-a ao máximo que puder, sem tirar o quadril do chão. Segura por 30 segundos e desça lentamente.

3. Sentado no chão, afaste as pernas o máximo que puder. Sem tirar os glúteos do chão, incline o corpo para um lado, depois para o outro. Por último, incline o corpo para frente, tentando encostar a barriga no chão. Segure cada posição por 30 segundos.

Alongue os braços e parte superior do corpo

1. Estique o braço e passe-o em frente ao peito. Com a outra mão, segure o braço esticado próximo ao cotovelo. Permaneça dessa forma por aproximadamente 10 segundos e inverta as posições.

2. Segure a cabeça para um lado e depois para o outro, girando-a em seguida lentamente. Depois, cruze os dedos atrás do pescoço e, com os cotovelos bem fechados, empurre a cabeça para baixo, sem mexer a coluna. Sinta o alongamento no início das costas e pescoço.

Tenha cuidado para não exagerar

Como você já sabe, o alongamento é a prática voltada para esticar os músculos que se contraem depois de uma série de exercícios intensos e duradouros. Por isso, é hora de tratá-los bem. Foque na sensação de alongamento e não force um movimento que o corpo não está preparado para fazer.

A dica para eficácia dessa atividade é que você sinta a realização do trabalho corporal ao fazê-la. Vá até o seu limite e não exija mais do que seu corpo pode dar. Evite esticar pernas e braços bruscamente, bem como permanecer em uma posição que cause muita dor. O respeito às próprias limitações é que vai dar, aos poucos, mais elasticidade para você.

Perceba então que o alongamento pós-dança é essencial para manter seu corpo preparado para ensaios e apresentações, sem deixar que aquelas dores se instalem depois de um dia de trabalho duro. Por isso, é muito importante separar um tempo depois da aula para se dedicar à sua recuperação muscular e fazer disso um hábito para manter seu corpo sempre saudável e pronto para dançar!

E aí, gostou das nossas dicas de alongamento? Então, fique por dentro de todas as nossas novidades, curta nossa página no Facebook!