Conheça 3 tipos de fita para sapatilha de ponta

Sendo dançarina profissional ou amadora, você já sabe da importância da fita para sapatilha de ponta na prática do ballet. Para que tenha mais conforto possível e alta segurança no momento de executar os movimentos, é preciso que tal acessório esteja bem costurado na sapatilha e amarrado no tornozelo.

Por isso, neste texto serão apresentados alguns dos principais tipos de fita para a sua sapatilha de ponta, com os seus diferenciais e os momentos que a bailarina deve utilizar esse acessório para a prática dos exercícios de ballet, além de um passo a passo de como amarrá-la.

Confira a seguir os tipos mais utilizados de fitas!

1. Fita de cetim

Esse modelo de fita para sapatilha de ponta é o mais tradicional utilizado entre as bailarinas, podendo variar de cor e brilho, de acordo com a sapatilha que você vai usar durante a performance ou ensaio.

A indicação dessa fita se direciona mais para os professores de ballet, pois a peça dá muito suporte ao tornozelo durante a prática da dança nas aulas, por conta da sua firmeza e falta de elasticidade.

2. Fita de cetim elástico

Nesse modelo de fita de sapatilha de ponta, você vai encontrar total elasticidade. Por essa razão ela é até considerada a mais fácil de amarrar no tornozelo.

Sendo um modelo bastante bonito, tem um lado mais brilhante e o outro mais fosco, porém, não dá o mesmo suporte que a fita de cetim, por ser bem mais flexível.

Não é indicada para as bailarinas que estão em fase de formação, pois elas não terão muita sustentação no tornozelo na prática dos exercícios.

3. Fita com elástico

Já nesse outro modelo de fita de sapatilha de ponta, há um pedaço de elástico no meio que, com a ajuda do cetim comum existente, faz a composição completa da fita e contribui com a sustentação da dançarina, sem sobrecarregar os tornozelos e os tendões dela.

Como costurar e amarrar as fitas das sapatilhas de ponta?

Em nosso tutorial, serão dadas algumas dicas do passo a passo para você conseguir costurar e depois amarrar com segurança a sua sapatilha. Veja a seguir:

  • a fita deve ser cortada em quatro pedaços para que dois sejam usados em cada pé;
  • comece a costura pelo lado de dentro da sapatilha para não aparecer;
  • costure próximo do tornozelo ou da costura lateral da sua sapatilha;
  • amarre as fitas nos tornozelos de forma cruzada e firme;
  • faça ajustes da sobra da fita, deixando o suficiente para dar o nó;
  • queime as pontas da fita para selar e não ficar desfiando.

O que você achou das nossas dicas? Gostou de saber mais sobre os tipos de fitas de sapatilha de ponta? Com certeza essas sugestões vão ajudar bastante na escolha da sapatilha para o seu momento atual e na prática dos exercícios de ballet.

Vá até a nossa página no Facebook, siga-nos, confira e curta os outros conteúdos que têm por lá, falando de tudo o que uma bailarina experiente ou iniciante precisa saber sobre a sua dança preferida.