Conheça 6 modelos de collant diferentes para bailarinas de todas as idades!

Evidence Ballet
28 de março de 2016
0 1.425 views

Dançar é uma atividade que mantém o corpo em contínuo movimento. E, para que ela seja feita da melhor maneira e de forma leve, o collant deve ser, antes de tudo, confortável. Ele se assemelha a um maiô e é o item de uso principal das bailarinas. Por ser muito usado, será lavado e reutilizado várias vezes, então, quanto mais collants você tiver, melhor! Se você está inserida no mundo da dança ou ginástica rítmica, é uma bailarina ou conhece alguém bem próximo que seja, sabe bem a importância de ter collants diferentes para cada ocasião.

Veja no texto de hoje os principais modelos de collant e escolha o seu!

O básico

Quando pensamos em modelos de collant, geralmente pensamos no modelo básico: sem mangas, cores neutras, nem muito decotado na frente e atrás. Ele se parece com uma blusa regata. Muito usado por academias que solicitam uniformes.

Decotes:

Na frente

Assim como camisas, os collants podem ser mais fechados na frente ou mais decotados. Alguns podem ser mais retos na frente, com o colo todo fechado. Outros podem desenhar mais o busto. Isso vai depender do gosto da bailarina e do quão confortável ela se sentirá com mais ou menos decote.

Nas costas

Normalmente, bailarinas possuem costas magras. Neste caso, a melhor forma de valorizá-las  é com um decote nas costas, que  também possibilita maior sensação de liberdade para os movimentos. Mas se a bailarina preferir (ou precisar) sentir maior segurança e sustentabilidade (a depender do movimento), os modelos que possuem alças cruzadas atrás são uma ótima opção!

Com mangas

Alguns modelos de collant podem ter uma manga só, 3/4 ou mangas compridas. Normalmente, ao se movimentar e exercitar, o corpo se aquece e a temperatura sobe. Sendo assim, eles  são mais indicados para os tempos de frio.

Collants de manga comprida possuem um charme especial: ideais para o aquecimento, proporcionam elegância e alongam os braços, valorizando ainda mais os movimentos realizados!

Para quem possui pouco busto, os collants com uma manga só podem ser indicados, pois não proporcionam muito sustentação, mas são muito charmosos e agregam estilo! Indicados para uma aula tranquila de ballet clássico, como a de barra por exemplo.

Modelos que proporcionam sustentabilidade

Como o collant não é usado com sutiã por baixo, alguns modelos têm uma tira mais reforçada de elástico embaixo do busto ou nas costas, para proporcionar mais sustentabilidade e segurança. Normalmente, são recomendados para bailarinas com mais busto, além de serem ideais para aulas de saltos e movimentos rápidos!

Modelos com renda

Os collants são como muitas outras peças de roupa que você escolhe com cuidado para “desfilar” por aí, mas no universo da dança, os collants são o verdadeiro destaque! Alguns modelos são bem charmosos, com detalhes e rendas na frente, ou até mesmo mangas curtas (ou 3/4) de renda. Apesar de esquentarem um pouco mais, o efeito visual é, sem dúvida, muito charmoso. São perfeitos para apresentações!

Com tantos modelos de collant existentes, não vai ser difícil escolher o que mais se encaixa no seu perfil! No site da Evidence Ballet existe uma grande variedade de collants lindíssimos.