Ballet Adulto: é possível começar a dançar mais tarde?

Tem vontade de começar a dançar mas sente que já passou da idade para fazer o primeiro plié? Que tal encarar o ballet adulto como uma atividade física prazerosa e lúdica que pode substituir a repetitiva musculação?

Dançarinas de primeira viagem ou não, mulheres de todo o Brasil estão voltando a investir no sonho de ser uma bailarina. Seja profissionalmente ou apenas como hobby, a vontade de colocar as sapatilhas cresceu e escolas em todo o país identificaram essa tendência, abrindo novas turmas para acolher adultos iniciantes ou não no ballet.

Se você acredita que já passou da idade de dançar ballet, você está enganada. Vamos mostrar neste post que nunca é tarde para dar os primeiros passos ou simplesmente voltar a dançar. Boa leitura!

Como voltar a dançar?

Esqueça o tutu, professoras rígidas e uma sala cheia de adolescentes avançadas na atividade: hoje em dia novas turmas se formam de acordo com o grau de aprendizado de cada um.

Já dançou quando criança e quer voltar depois de muito tempo parada? Você não é a única! É só buscar uma turma de ballet adulto, começar a se mexer e sentir o prazer da dança novamente.

Não tenha medo e não deixe a vergonha atrapalhar a sua vontade. Para começar a dançar, basta você ter força de vontade e disposição. As turmas de ballet adulto crescem cada vez mais em todo o mundo e têm proporcionado diversos benefícios para quem pratica a atividade.

É importante ressaltar que a dança é uma das atividades físicas mais completa que existe e pode ser praticada em qualquer idade.

Posso estar em qualquer nível?

Não é preciso preocupar-se com a flexibilidade ou em saber de cor os passos, pois a dança é ensinada desde o princípio e os limites do corpo de cada um são respeitados. Com algum tempo de prática, ganha-se experiência e tônus muscular. Conforme isso ocorre, os professores apresentam passos mais avançados aos alunos.

Sua preocupação não deve ser o nível em que se encontra. Geralmente, as escolas de dança têm turmas de diversos níveis e você será inserida na aula que consiga acompanhar tranquilamente.

Agora que você já sabe como voltar a dançar e que pode entrar no nível que estiver, vamos apresentar vários benefícios que a dança proporciona. Não deixe de continuar a leitura e se animar ainda mais para começar a dançar.

Quais são os benefícios do ballet adulto?

Além de proporcionar uma postura de bailarina e um corpo de fazer inveja, o ballet aprimora a coordenação motora, estimula a memória por meio do movimento e da musicalidade, melhora a capacidade cardiorrespiratória, aumenta a flexibilidade e reduz a ansiedade.

Os benefícios não param por aí: essa atividade também é muito indicada para quem quer emagrecer e não consegue, já que os resultados da dança aparecem no corpo em pouco tempo. Por mais que não pareça, uma aula de ballet faz suar e queimar bastante calorias.

No mais, o ballet adulto é uma ótima maneira de fazer novas amizades. Você troca a solidão da esteira da academia por uma turma de pessoas que aprendem juntas, se divertem, dão risadas, além de ganhar consciência corporal e melhorar a performance em todos os outros tipos de dança.

As vantagens do ballet para a saúde da mente também são imensas. Ele age na memória, na psicomotricidade, melhora o humor, aumenta o rendimento cognitivo e auxilia no processo de socialização, o que pode ser ótimo no caso de você ser tímida.

Os exercícios do ballet tonificam a musculatura do seu corpo. Com isso, seus membros inferiores (coxas e panturrilhas) e os membros superiores (braços e costas) ficam mais definidos e fortes.

Uma aula de ballet faz com que todo o seu corpo seja trabalhado. Por isso, outro incrível benefício para quem pratica o ballet regularmente é o fortalecimento da região do abdômen e pélvis. Todos os exercícios exigem muita concentração e contração do centro do corpo. Isso faz com que a região pélvica seja fortalecida além de ajudar na definição do abdômen.

Por fim, fazer aula de ballet exige muita concentração e disciplina. Afinal, para realizar cada movimento, é necessário ter muito foco de modo que a execução seja feita com perfeição. Assim, a dança ajudará a aprimorar essas habilidades e isso pode ser levado para toda a sua vida, tanto pessoal quanto profissional.

O que é preciso para dançar?

Para começar a prática do ballet adulto, é recomendado o uso de collant e legging, uma sapatilha simples e uma saia opcional. Vai depender da escola de dança que você escolher. Mas fique tranquila, porque nada será muito complicado.

Não se preocupe com o uso da ponta ainda: ela só é introduzida no momento em que a aluna se sentir segura, o que pode variar de acordo com a evolução de cada um. Basicamente, você só precisa querer e ter consciência de que a sua qualidade de vida vai melhorar. Essa prática só traz vantagens para a sua saúde corporal e mental.

Posso aliar ballet e exercícios funcionais?

Para quem quer fazer da dança um exercício físico ainda mais completo, o ballet funcional é uma nova modalidade que mistura os passos tradicionais na barra e exercícios que modelam o corpo, como abdominais, agachamentos e flexões de braço. Se combinado a uma alimentação balanceada, em pouco tempo dá para notar os benefícios ao se olhar no espelho.

Caso você deseje aliar o ballet à musculação, também não tem problema. O ideal é praticá-los em dias alternados. É importante ressaltar que a prática do alongamento é essencial se você escolher fazer atividades físicas que enrijecerão os músculos.

Seja para aumentar a autoestima, divertir-se ou fazer novos amigos, o ballet adulto é um ótimo jeito de exercitar-se, melhorar a qualidade de vida e ter mais saúde mental e física. Lembre-se: a idade não deve ser um empecilho para dançar. Se estiver insegura para começar sozinha, chame as suas amigas. É mais um motivo para vocês passarem um tempo juntas e ainda praticarem uma atividade física prazerosa.

Quer saber mais sobre o universo da dança? Siga-nos no Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as novidades.

Powered by Rock Convert