Ballet contemporâneo: onde surgiu e quais as características?

Criado nos anos 60, nos Estados Unidos, o ballet contemporâneo é um estilo de dança muito importante e que conta com elementos e características únicas. Suas origens foram influenciadas pelo ballet clássico e pela dança moderna, no entanto, esse estilo é mais experimental e menos rígido que os demais.

Neste post, listamos cinco características do ballet contemporâneo para você conhecer melhor e iniciar suas aulas. Tem interesse no assunto? Então continue a leitura.

Liberdade de interpretação

O ballet clássico tem como uma de suas principais características a rigidez dos movimentos. Assim, essa dança exige perfeição na execução dos passos e permite pouca interpretação.

Já o contemporâneo é menos rígido e mais interpretativo. É comum, por exemplo, visualizar movimentos com os pés em flex ou com os joelhos flexionados. Para esse tipo de dança, a interpretação dos movimentos e emoções é mais importante do que uma técnica extremamente aprimorada.

Técnica abrangente

Outra característica do ballet contemporâneo é a mistura de elementos e técnicas de outros estilos, que são utilizadas como referência para coreografias únicas.

Uma apresentação de contemporâneo com a temática da região nordeste, por exemplo, pode buscar referências em passos do forró, do xaxado ou do frevo. Juntando essas referências e misturando técnicas, a dança brinca com a experimentação e cria resultados diferenciados.

Inovação e diversidade

O ballet contemporâneo pode ser descrito como o resultado de um grande processo de experimentação. Dessa forma, é possível notar novas formas de arte e interação entre os corpos e o espaço.

Um bom exemplo disso é a possibilidade de visualizar diferentes tipos de corpos em uma apresentação. Para o contemporâneo, não existe um corpo ideal, o que importa é a transmissão de sentimentos, ideias e conceitos.

Fluidez e movimentos mais orgânicos

Como já citamos, a rigidez dos movimentos é uma forte característica do ballet clássico. Esse tipo de dança busca levar o corpo humano ao seu limite, executando movimentos complexos e que desafiam as leis da física com total disciplina.

O ballet contemporâneo, por sua vez, mostra a beleza de outra maneira, valorizando movimentos mais fluidos e orgânicos, além da forma como o corpo pode transmitir mensagens e expressar emoções e sentimentos.

Valorização da improvisação

Outra proposta que é bastante estimulada nas aulas de dança contemporânea é a improvisação e a valorização da criação de coreografias individuais.

A experiência de cocriação é bastante utilizada nesse estilo de dança, e os dançarinos são levados a sentir a música e buscar formas de expressão por meio dos movimentos. Assim, participar de aulas de dança contemporânea pode ser uma boa ferramenta para exercitar a criatividade e a sensibilidade do bailarino.

O ballet contemporâneo é uma dança bastante abrangente e experimental que tem como pilar a expressividade. Por conta de seus aspectos únicos, esse tipo de dança pode recorrer a diferentes elementos artísticos a fim de contribuir para o resultado final, como projeções audiovisuais, efeitos sonoros ou o uso de elementos de cena.

Agora que você já sabe quais as características do ballet contemporâneo, conheça também as diferenças dessa dança em relação ao ballet clássico e ao neoclássico.