Confira 8 ótimas dicas para professora de ballet

Diego
5 de fevereiro de 2018
0 90 views

Ser uma professora de ballet é ter o dom de ensinar a arte em um de seus formatos mais nobres, por meio de movimentos delicados, feitos precisamente com o corpo. Porém, podem surgir alguns desafios ao longo do caminho.

Por isso, é sempre bom preocupar-se com algumas questões, que vão desde como montar um espetáculo até como se organizar e lidar com cada um dos alunos. E são esses pontos que você vai ver no post de hoje.

A seguir, daremos algumas sugestões importantes para facilitar sua rotina profissional. Você descobrirá como melhorar o planejamento de aulas, a organização de eventos e o relacionamento com seus alunos, para ter aulas leves e muito produtivas.

Quer conferir nossas 8 dicas para professora de ballet? Continue a leitura e prepare-se para aprimorar sua atuação!

1. Elabore um plano de aulas

De acordo com o nível de cada turma, faça um planejamento de todas as aulas do semestre. Pensando no objetivo que deve ser alcançado por cada sala, elabore uma lista com as primeiras aulas e o que deve ser a base para os próximos aprendizados. Calcule também uma margem de tempo até que os alunos dominem o que foi ensinado.

É muito importante, ainda, traçar um objetivo para o final do período: o que seus alunos devem dominar dentro desse prazo? A partir disso, planeje cada aula, pensando em estratégias e dicas para dar a eles durante os ensaios.

2. Avalie suas próprias aulas

É claro que, durante o processo de ensinamento, nem tudo vai acontecer 100% como o planejado. É preciso lidar com desafios e dificuldades que os alunos possam ter e, até mesmo, reavaliar seu método de ensino se for necessário.

Para ser uma boa professora, o ideal é fazer uma autoavaliação, reconhecendo seus pontos positivos e o que é preciso melhorar. Uma boa dica é gravar algumas das aulas em vídeo, observando sua postura com os alunos, se sua fala é clara e se tem paciência para ensinar aqueles que não aprenderam ainda. Analise também o comportamento dos participantes.

3. Planeje o espetáculo com antecedência

Ao final de cada período, sempre há um espetáculo para apresentar aquilo que foi visto e treinado durante as aulas. Para que o evento seja um sucesso, programe e organize tudo com bastante antecedência.

Defina a música, o tema e, ao longo dos meses, qual será o posicionamento dos alunos no palco. Providencie as fantasias, se houver, os cenários e o figurino, para que tudo fique pronto e não haja imprevistos.

4. Mantenha os alunos motivados

Já que estamos falando sobre espetáculos, nada melhor do que um para manter os alunos focados durante todo o período de aulas, concorda? O fato de ter um objetivo e fazer com que a apresentação seja um sucesso vai, certamente, deixar seus alunos ainda mais felizes em cada aula.

Além disso, durante os encontros, faça brincadeiras, coloque nomes diferentes para os passos, crie uma relação de amizade com seus alunos e deixe a formalidade de lado — sem abandonar o profissionalismo, claro. O fato é que uma aula divertida e com um objetivo claro deixa tudo mais motivador.

5. Prepare aulas temáticas

Outra maneira de motivar as turmas é criar aulas temáticas. Que tal pensar em temas para os dançarinos se envolverem? Um dia de fantasias, no qual cada um escolhe a sua e vai para a aula caracterizado é uma boa opção. Ou, então, por que não fazer um café da tarde ou da manhã após o ensaio?

Criar temas, fazer pinturas nos rostos dos alunos, preparar um cenário diferente para a aula (como no Halloween) ou levar a turma para um parque são ações que podem fazer a diferença, dando aquela revigorada necessária. Esses pequenos mimos são divertidos e tornam tudo mais leve tanto para quem faz quanto para quem dá a aula.

6. Proponha pesquisas interessantes

Muitas pessoas se apaixonam pela dança já no primeiro contato e logo se interessam em aprendê-la. Porém, para que essa paixão continue, é essencial seguir pesquisando e manter-se sempre informado sobre todos os aspectos que envolvem a modalidade.

Ao passar um exercício para suas turmas, incentive os integrantes a pesquisarem sobre ele, a saberem mais sobre o grupo de músculos que cada posição trabalha e a investigarem tudo acerca do desempenho de um bom bailarino.

Uma boa performance envolve desde a persistência na quantidade de ensaios até a manutenção de uma dieta equilibrada. Também é válido indicar links, livros e artigos que contem a história da dança e das principais companhias do mundo.

7. Perceba as diferenças entre os alunos

Um bom professor é aquele que sabe tratar os alunos conforme suas individualidades. Comece a reparar na evolução de cada um deles e no tempo que levam para aprender um passo. Isso vai ajudar você a dar uma atenção especial para aqueles que têm mais dificuldade — e mais liberdade aos que aprendem mais rápido.

Essa análise é importante também para o seu reconhecimento enquanto uma professora que se importa com seus alunos, tratando todos de forma semelhante e trabalhando para que possam chegar ao final do período de aulas no mesmo nível. Essa é a essência de quem dá aulas por amor e se dedica em sua profissão.

8. Trate seus alunos com carinho

Pode parecer óbvio, mas, muitas vezes, o estresse do dia a dia nos faz passar pelos alunos de forma automática. Como resultado, as aulas podem entrar na monotonia, e o contato entre você e os potenciais bailarinos se torna desgastante. Isso provoca muitas ausências, falta de vontade de ir para a aula e até desistências.

Lembre-se sempre da paixão que todo bailarino tem por sua profissão e da bela arte que você é capaz de ensinar para não deixar que problemas pessoais afetem seu relacionamento com os alunos ou seu humor durante uma aula. Use esse tempo para ter boas conversas, relaxar e fazer o que gosta: dançar e ensinar.

São inúmeras as dicas para professora de ballet que podem ser dadas para a produção de aulas incríveis e capazes de manter os alunos motivados. Não deixe de escolher músicas animadas, pedir sugestões, alternar exercícios de alongamento e caprichar no planejamento. Assim, seu período de aulas será um verdadeiro espetáculo.

E você? Tem mais alguma sugestão incrível para uma professora de ballet se destacar? Deixe sua opinião nos comentários!