Conheça 3 tipos de pirueta de ballet

Neste texto vamos apresentar para você quais são os principais tipos de piruetas no ballet. Iniciaremos com a definição desse tipo de movimento e explicaremos como ele surgiu na dança. Em seguida, falaremos de três piruetas e suas diferenças.

Tem interesse no assunto? Então fique com a gente e descubra mais sobre!

O que é pirueta?

A pirueta de ballet é a volta completa do corpo da dançarina em apenas um pé de apoio, o qual vai estar na ponta ou meia-ponta. As piruetas podem ser realizadas quando a dançarina gira para dentro, em direção à sua perna que serve de apoio (dedans), ou quando ela gira para fora, na direção da sua perna que permanece levantada (dehors).

De onde surgiu a pirueta?

A pirueta de ballet vem sendo desenvolvida por rigorosos movimentos executados há centenas de anos na história. O ballet descende de uma dança cortesã da Itália renascentista, que trouxe este passo importante com vários tipos para serem praticados. Confira a seguir três deles e como executá-los.

Sur le cou-de-pied

Esta modalidade se inicia com um dos pés sobre o tornozelo e a panturrilha da perna de apoio. O mesmo pé se eleva para dentro da perna de apoio na qual será executado o giro perfeito. Em todas as piruetas, é necessário centralizar o corpo com a perna que serve de apoio, mantendo o tronco reto e ainda os ombros e os quadris encaixados.

Attitude

Nessa outra pirueta adaptada de uma estátua de Mercúrio, uma perna é levantada para trás da dançarina, enquanto a outra serve de apoio para o corpo. A perna levantada dobra em 90º, com um braço curvado para cima da cabeça, e o outro estendido para o lado. A pirueta dessa posição é feita a partir do pé levantado para trás, em seguida, a rotação é realizada com a perna levantada sobre a perna de apoio.

Arabesque

Nesse movimento, uma perna é estendida para trás, com a outra de apoio formando um ângulo reto junto ao chão. A perna de apoio pode ser reta ou com o joelho meio torto, enquanto os braços ficam para frente ou para trás do corpo em ângulos retos com a perna de apoio.

Como aperfeiçoar a pirueta?

Agora, vamos apresentar a você algumas etapas de preparação diária e passos na dança para a prática de uma pirueta de ballet perfeita. Confira:

  • preparatória;
  • port de bras;
  • tendu;
  • pilé;
  • abrir os braços (esta é opcional);
  • relevé/ retiré/ passé;
  • cabeça gira;
  • cabeça volta;
  • descida;
  • pose final.

Esperamos que, a partir deste momento, você consiga realizar seus exercícios de aprimoramento na prática do ballet, executando as piruetas apresentadas no texto, da forma mais perfeita.

Em nosso blog você pode conferir outros temas pertinentes sobre o ballet e demais modalidades de danças com suas características, as quais farão com que compreenda melhor a importância da postura, da flexibilidade e da alimentação para concretizar sua posição preferida.

Gostou das dicas que demos no texto? Conheça ainda 4 tipos de ballet e as particularidades de cada um!