Collant evidence ballet

Roupas de ballet: o que não pode faltar no seu guarda-roupa

A roupa de bailarina é uma das maiores preocupações no momento da apresentação de ballet. Isso porque ela precisa oferecer conforto, resistência e segurança para quem está executando os passos.

Como você já deve imaginar, a rotina de quem dança é cheia de atenção aos detalhes, não é mesmo? Tudo precisa estar perfeito para favorecer a performance do número apresentado. Entre todas as preocupações para que tudo saia perfeito, a roupa de bailarina é uma das maiores.

Isso porque, nessa manifestação artística, as peças não são apenas itens de vestuário. As roupas são aquilo que ajuda quem dança a maximizar o potencial do próprio corpo e, por isso, precisam ser adequadas para a prática.

Você sabe o que não pode faltar em seu guarda-roupa de dança? Então continue a leitura, porque a seguir vamos falar mais sobre as roupas de ballet essenciais. Primeiro, porém, entenda a importância delas.

A importância da roupa de bailarina na performance de ballet

Quem pratica qualquer tipo de dança sabe que a roupa faz toda a diferença na hora da apresentação para que a performance seja impecável. Isso porque é preciso que ela ofereça não só conforto, mas resistência, adaptabilidade e elasticidade. Sem contar que qualquer desconforto na prática pode ser decisivo nos momentos mais importantes.

O ballet em si é uma modalidade de dança que exige leveza e força ao mesmo tempo. Essa combinação precisa ser traduzida pela roupa, que é bem marcante e característica. Isso só é possível com a utilização de materiais que remetam à uma ideia de conforto e resistência.

Roupas e acessórios essenciais no ballet

Agora que você já entendeu a importância e o impacto que a roupa de bailarina tem na apresentação, precisa conhecer as que são essenciais para o ballet. Confira algumas delas a seguir.

Collants

Essa é uma peça fundamental na vida de quem se dedica ao ballet. O collant, que deve abraçar o corpo e servir como base para as demais peças que são adicionadas, deve ser confortável e favorecer os movimentos — e nunca limitá-los.

Por isso, a atenção ao material e à modelagem são extremamente importantes. Além disso, o tecido precisa apresentar boa durabilidade, pois, por ser muito utilizado, o collant é lavado com muita frequência.

Por isso, vale investir em collants em Amni, um tecido de secagem rápida que melhora a transpiração nos ensaios e que adere bem ao corpo, além de oferecer proteção UV. Um collant de gola alta oferece a segurança de não precisar se preocupar com o decote. Para não enjoar da cor e ganhar em versatilidade, a dica é apostar em um collant dupla face. Para dias mais frios, o collant com manga 7/8 é um ótimo aliado.

Calças e shorts

Calças e shorts auxiliam na composição do look de ballet e, muitas vezes, substituem as saias por aquecerem a região da virilha. Por isso, eles incrementarem a flexibilidade da área, além de serem peças muito usadas na preparação e aquecimento.

O mais importante é que esse tipo e roupa de bailarina tenha bom caimento e o tecido seja macio, como o moletom e a poliamida. Se você gosta de modelos mais justos, a calça fuseau em Amni é ideal. Se quer uma opção mais larguinha e urbana, vá de calça de moletom com punho. Caso sua preferência seja por shorts, opte por um short de aquecimento mais soltinho e com elástico.

Saias

As saias também são itens indispensáveis no guarda-roupa do ballet. Mais uma vez, o ideal é prezar pelo conforto e amplitude de movimentos, tendo atenção ao material da peça e também à sua modelagem.

Uma saia de helanca com cós em lycra, por exemplo, atende muito bem todos esses requisitos. Pensou em algo mais elaborado? Então que tal uma saia em tule duplo? Ela é leve e deixa qualquer movimento mais gracioso.

Tops

A sustentação dos seios é fundamental para que a bailarina se sinta segura e confortável para executar seus movimentos com perfeição. Como essa será a primeira camada de roupa em contato com a pele, a dica é priorizar tecidos que melhoram a transpiração.

Um top básico em Amni, com alças finas e fecho nas costas, cumpre bem esse papel. O top em neoprene com zíper é uma excelente pedida para seios maiores, pois sua modelagem — com alças largas e costas nadador — sustenta bem o busto.

Blusas, camisetas e jaquetas

Blusas, camisetas e jaquetas são itens de estilo que os bailarinos e bailarinas podem usar no aquecimento e também para se deslocarem para o estúdio. A regra é a mesma: conforto, maleabilidade do material e atenção à transpiração.

Por isso, uma blusa em moletom é bem-vinda, assim como a estilosa t-shirt chocker em tecido leve. O moletom ainda vai bem na jaqueta bomber, que apresenta uma modelagem mais ampla. A parka de aquecimento em poliamida também é um bom investimento para os dias frios.

Bolsas

A bolsa é um dos acessórios mais importantes para quem pratica o ballet. Isso porque é nela que a dançarina — ou dançarino — carregará todos os itens necessários para praticar a dança. Por isso, é importante que ela seja grande o suficiente para acomodar as sapatilhas, o traje completo para o treino, garrafa d’água, toalha, desodorante, curativos, antissépticos e o que mais for necessário.

Meias-calças

Esse tipo de roupa de roupa de bailarina é ótimo para aquecer as pernas, o que evita lesões. Além disso, pode diminuir o atrito entre as panturrilhas e coxas — o que evita assaduras, algo muito desconfortável para qualquer pessoa que dança. Elas também previnem arranhões e machucados que seriam causados com o contato direto entre a sapatilha e pele.

O indicado é que elas sejam nas cores salmão ou cor de rosa. Isso porque esses tons mais claros deixam a visualização dos movimentos mais claros. Meias de cor escura dificulta a visão do professor e acaba atrapalhando possíveis correções.

Ponteiras

A ponteira é um acessório da sapatilha muito importante para a execução dos passos de ballet e, por isso, a escolha precisa deixar quem dança confortável e seguro. Algumas pessoas, ao dançar, gostam de sentir o chão e, nesse caso, a melhor opção são as mais finas — como as de pano ou de elastano. Já quem prefere algo mais macio pode apostar nas de silicone ou de gel. Além disso, as mistas também são uma boa opção, já que contam com um silicone revestido com tecido.

Redes

Ter os cabelos sempre presos em uma aula ou apresentação de ballet não é somente uma questão estética. O coque, o penteado recomendado, evita que os fios de cabelo caiam no rosto e atrapalhem os movimentos da dança. As famosas redes ajudam nesse momento e oferecem ainda mais segurança — já que o cabelo solto ou de qualquer outra forma poderia atrapalhar os giros e machucar o rosto de quem esteja executando os passos.

Macaquinho

O macaquinho é considerado como o queridinho das bailarinas. Na verdade, ele é um tipo de collant que tem recorte nas costas e alças tipo regata. Ele também parece um collant que conta com um short acoplado. Muitos o consideram extremamente prático, já que oferece bastante mobilidade para as praticantes do ballet realizarem os movimentos necessários com segurança. Sem contar que fica uma graça, não é mesmo?

Como você pôde perceber, a roupa de bailarina é tão essencial em uma apresentação de ballet quanto toda a preparação e dedicação de quem apresenta a dança. É importante lembrar de sempre optar por roupas e acessórios de qualidade, como as da Evidence, que oferece diversas coleções exclusivas e cheias de estilo!

Gostou das dicas deste post? Então entre agora mesmo na nossa loja virtual para pesquisar modelos que atendem às suas necessidades e monte o seu guarda-roupas de ballet impecável!